sexta-feira, 16 de março de 2007

De Ferrol a Ferror

Onte deitei-me tarde depois de gravar uma versom do grande Andrés do Barro para um compilatório que o vai homenagear. Hoje levantei-me igual de tarde e já quase preparando-me para ir a Vigo e ver os Brainwash, uma banda de death core grind que toca hoje na Sala Anoeta. Do Barro era de Ferrol, essa cidade de militares e obreiros, dinámica e contestatária, que se situou mesmo por riba de Santiago nos anos 1970. Brainwash som, segundo eles próprios dim, de Ferror, uma cidade avelhentada e em crise, abandonada por sucessivos governos e administrações, a última das cidades galegas. Muitos ferrolãos (e ferrolãs) usam Ferror em vez de Ferrol provavelmente para sublinharem essa dura transformaçom da cidade, essa baixada aos infernos do paro e a recessom. Será que Ferror poderá voltar a ser Ferrol? O nosso flamante presidente está convencido de que si.
Nom quero passar do pop ao core, de Ferrol a Ferror, sem lembrar que hoje hai uma festa na Corunha onde estarám muitos amiguinhos meus.
De Ferrol... a Ferror!

3 comentários:

meraio disse...

Curte em Vigo e vem polo meu blogue que ultimamente estou a actualizar como nos velhos tempos :)
e ainda nom me respondeste ao do sábado!:P
http://gentalha.agal-gz.org

meraio disse...

Credo! Andas a ouvir essas músicas como a do segundo vídeo?
Que medo!

Já sei eu de onde vêm as más infuências... :))))

arrecona disse...

ah! eu non conosía o de ferror....
:o