segunda-feira, 18 de junho de 2007

A vingança de Ségolène

Trás a derrota nas presidenciais, volta com força Ségolène Royal numa segunda volta das eleições legislativas francesas em que os socialistas, e a esquerda em geral, ganham representaçom. No meio deste respiro vermelho, a Royal anuncia que deixa o seu companheiro François Hollande, até o de agora presidente do PS e que me tem um surpreendente parecido físico com outro socialista... Hollande é presidente e Ségolène é candidata: quem vai quedar co partido? Quem dos dous vai liderar essa desejada uniom da esquerda? Em princípio, trataria-se de fazer uma oposiçom firme ao grande poder da direita no parlamento e na presidência da República. Veremos em que dá todo isto, mas a próxima legislatura francesa começa a se perfilar como uma verdadeira série televisiva: as infidelidades de Hollande, a vingança de Ségolène, a deslealdades de Cecilia... E todo no contexto de uma França bem consciente de que tem que mudar dos pés à cabeça pero que nom sabe (ou nom quer saber?) cómo. Quiçá Philippe Katerine lhe poderia dar alguma pista... Dentro vídeo!

3 comentários:

Ninfa de miel disse...

Oi, q giro estás na foto do anterior post!!! hehehe. Gosto imenso de Martin Solveig!!!!!!

sergio74 disse...

eu penso q nom querem saber. pero bem, esperemos q tirem pra diamte e cambiem um pouco senom nom sei como lles ira.
comentase por algures q tas premarando um hitazos....xa tardame por escoitalo
saudos e unha aperta

mueja disse...

Grande asunto. Imaxino un mitin no que o presidente presenta a candidata de puta para arriba e ella agradecelle as palabras chamandolle cabrón cornudo ou cousas así. Xenial